São Paulo sem água. E agora?

Luta dos Trabalhadores

cantareira-970x600-1Autor da Imagem: Danilo Verpa/Folhapress

O que dizer de um governo que deixa a crise chegar a esse ponto? Deixar a água da cantareira chegar a um nível tão baixo, praticamente seco.

Trata-se do governo do Estado de São Paulo, sob a gestão de Geraldo Alckmin. Eu me pergunto como pode diante de todas as denúncias contra este governo, além da crise da água, o governador se reeleger no primeiro turno. É um absurdo tamanho que produz revolta.

Mas como diz o ditado popular, desgraça pouca é bobagem. Precisamos aqui lembrar, que estamos falando sobre o estado mais rico do país, e que agora está a beira do racionamento de água.

Trata-se do mesmo governo que avançou poucos quilômetros na construção das linhas do metrô nesses anos.

Mas a pergunta que não quer calar. Como pode um governador com essas qualidades ser reeleito? E o pior, no primeiro turno?

Fazer…

Ver o post original 54 mais palavras

Anúncios

Sobre florencio1

um homem simples
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s