Alckmin, o Fantástico, a falta d’água e a arte de tratar o paulista como idiota

bloglimpinhoecheiroso

Alckmin_Agua09_Saara

Kiko Nogueira, via DCM

Geraldo Alckmin voltou a dizer, numa sabatina do Estadão, que São Paulo não precisa de racionamento de água. Não seria “tecnicamente adequado”. Segundo ele, há uma exploração política do tema. Seu governo teria feito investimentos vultosos nessa área.

A balela é derrubada pelos fatos. Já existe racionamento, de maneira mais ou menos escamoteada, em diversos bairros da capital. Santana, Vila Mariana, Vila Madalena, Lapa, Butantã, Casa Verde, Perus, Itaquera, Cidade Líder convivem com corte à noite.

No interior, a situação é mais dramática. Em Itu, por exemplo, o fornecimento ocorre apenas entre as 18 e as 4 horas. Em Holambra, toda uma economia voltada para o cultivo de flores está comprometida.

As causas, do ponto de vista ambiental, têm sido discutidas no DCM por nosso colaborador Edson Domingues numa série de posts. Edson apontou as fragilidades do Sistema Cantareira e a inação da Sabesp.

O…

Ver o post original 403 mais palavras

Anúncios

Sobre florencio1

um homem simples
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s